conteúdo
Notícias
29/05/2017

Defesa Civil Municipal está pronta para atender a população


Mau tempo da última semana deixou o órgão em prontidão para prestar auxílio



Levando em conta o mau tempo, com fortes chuvas e ventos, que assolou todo o estado do Rio Grande do Sul, a Defesa Civil de Capão da Canoa entrou em estado de alerta para acompanhar e avaliar a situação das famílias que moram em área de risco no município.  

O coordenador da Defesa Civil e Secretário de Cidadania, Trabalho e Ação Comunitária, Luciano Flores, afirma que a população pode entrar em contato com o órgão em qualquer momento. “Estamos prontos para trabalhar tanto na prevenção quanto no auxílio para qualquer eventualidade”, garante.

A Defesa Civil é um órgão que atua em ações preventivas, de socorro, assistenciais e reconstrutivas destinadas a evitar ou minimizar desastres, sejam eles de causa natural ou não. Compete à Defesa Civil a garantia do direito à vida, em circunstâncias de desastre. Busca a redução da ocorrência e da intensidade de desastres, já que eliminá-los é um objetivo inatingível. É uma atividade permanente que se desenvolve em quatro fases: preventiva, socorro, assistencial e recuperativa.

Também conta com o apoio de órgãos parceiros como universidades, institutos de pesquisa e meteorologia, secretarias de estado, entre outras, que melhor qualificam a antecipação e a resposta aos desastres. Vale-se, também, da tecnologia da informação para identificar vulnerabilidades, propor medidas de proteção e contingenciamento, sempre visando a qualidade de vida da população gaúcha.

Até o início dessa semana, a Defesa Civil do Estado atualizou os dados da situação provocada pelas chuvas desse final de semana no Rio Grande do Sul. Dez municípios estavam em situação de emergência. Danos gerais foram calculados em 56 municípios; 162 famílias estão desalojadas, atingindo 680 pessoas; e 74 famílias ficaram desabrigadas, com um cálculo de 311 pessoas.

Estão em situação de emergência Tiradentes do Sul, Campo Novo, Três Passos, Coronel Bicaco, Santo Augusto, Tenente Portela, Cristal, Sertão, São Jerônimo e Panambi. Mesmo com o aumento no número de cidades atingidas, a semana começa com uma boa notícia. O nível dos rios está baixando em praticamente todas as regiões, à exceção da Fronteira Oeste.




Créditos: Bernardo Zamperetti/Imprensa PMCC


Acessibilidade


Para navegação via teclado,
utilize a combinação
ALT + TECLA DE ATALHO