conteúdo
Notícias
15/08/2017

Em Capão da Canoa, Programa Bolsa Família recebe dois novos veículos


Automóveis servirão para visitas domiciliares na comunidade



O Programa de Bolsa Família, em Capão da Canoa, foi contemplado com dois veículos zero quilômetro para o desenvolvimento do trabalho. O Prefeito Amauri Magnus Germano participou do ato de entrega com a equipe da Secretaria de Assistência e Inclusão Social na tarde de segunda-feira (14). Automóveis servirão para visitas domiciliares na comunidade.

Para o Coordenador do Programa Bolsa Família no município, Roni da Silva Moreira, essa é uma grande conquista para o progresso do trabalho. “É um projeto muito interessante, que damos muita atenção, pois é imprescindível na vida de muitas famílias de Capão da Canoa”, analisa.

O Prefeito de Capão da Canoa, Amauri Magnus Germano, destaca que o desempenho da equipe que coordena o projeto no município foi fundamental para vinda dos automóveis. “Os dois carros chegam para auxiliar de maneira muito importante para que o desempenho daqueles que trabalham no Bolsa Família possam continua prestando o devido auxílio aos cidadãos e cidadãs”, diz.

Os recursos são provenientes do Índice de Gestão Descentralizada (IGD). Este é um indicador desenvolvido pelo Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), que mostra a qualidade da gestão local do Programa Bolsa Família (PBF) e do Cadastro Único, refletindo os compromissos assumidos por estados, Distrito Federal e municípios (IGD-M) ao aderirem ao programa. O índice varia entre zero e 1. Quanto mais próximo de 1, melhor o resultado da avaliação da gestão. Com base nesse indicador, o MDS calcula o valor dos recursos financeiros que serão repassados aos entes federados.

O Bolsa Família é um programa de transferência de renda do Governo Federal para auxiliar as famílias em situação de pobreza e de extrema pobreza. De acordo com o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), o benefício atende mais de 13 milhões de famílias em todo o Brasil. Essa ajuda de custo contribui bastante para pessoas que não tem emprego fixo ou não o conseguem, mas precisam sustentar filhos, netos, etc.

A quantia a ser recebida por cada família é feita de acordo com a renda da mesma. O Bolsa Família foi criado para ser a solução para pessoas que vivem situações precárias, cuja renda não permite o alcance das necessidades básicas, direito de todo brasileiro e previstas na Constituição Federal, tais como: saúde, educação e transporte, por exemplo. O programa é de caráter nacional: União, estados, Distrito Federal e municípios atuam juntos visando a garantia do benefício das famílias.




Créditos: Bernardo Zamperetti/Imprensa PMCC


Acessibilidade


Para navegação via teclado,
utilize a combinação
ALT + TECLA DE ATALHO