conteúdo
Notícias
28/08/2017

Prefeitura executa plantio de árvores em Capão Novo


Prefeito Amauri, juntamente com a comunidade, acompanhou a ação da Secretaria de Coordenação dos Distritos



Na manhã de segunda-feira (28), a Prefeitura de Capão da Canoa, por meio da Secretaria de Coordenação dos Distritos, realizou o plantio de árvores, da espécie jerivá, na Avenida Gaivotas. O Prefeito de Capão da Canoa, Amauri Magnus Germano, participou do ato, juntamente com o Secretário de Coordenação dos Distritos, Eduardo Sarmento, do Grupo Escoteiro Sentinela do Litoral e demais moradores do local.

O Secretário de Coordenação dos Distritos, Eduardo Sarmento, que também é técnico agrícola, afirma que a medida de poda dos eucaliptos visou acentuar os danos que estavam sendo causados pela espécie nas vias do distrito. “Com a poda, nós atendemos uma solicitação dos moradores, que se sentiam incomodados com a sujeira e constante queda de galhos que aconteciam, agora estamos repondo o verde”, diz.

Para o Prefeito de Capão da Canoa, Amauri Magnus Germano, é fundamental a participação da população em momentos como esse, onde se busca consolidar uma política de educação ambiental. “Devemos, enquanto poder público, trabalha para no sentido de valorizar cada vez mais a preservação do meio-ambiente, pois com certeza, se ele for bem cuidado, as próximas gerações terão um planeta saudável”, analisa.

Os jerivás, que foram plantados, alcançam de 8 a 15 metros de altura e podendo chegar a 60 cm de diâmetro. As folhas são longas, com 2 a 4 metros de comprimento, arqueadas, pendentes, pinadas e com numerosos folíolos. As inflorescências surgem o ano todo, em cacho pendente, grande, ramificado, com pequenas flores de cor amarelo creme.

Deve ser cultivado sob sol pleno ou meia sombra, em solo fértil, drenável, enriquecido com matéria orgânica e irrigado regularmente. Quando jovem, este tipo de palmeira aprecia o sombreamento parcial. Tolera bem o frio e o calor, adaptando-se a uma ampla variedade climática, no entanto, aprecia a umidade tropical. Resiste muito bem ao transplante, mesmo os indivíduos adultos.




Créditos: Bernardo Zamperetti/Imprensa PMCC


Acessibilidade


Para navegação via teclado,
utilize a combinação
ALT + TECLA DE ATALHO