conteúdo
Notícias
01/02/2022

Capão da Canoa inicia ampliação do aterro sanitário municipal


O investimento na infraestrutura para recebimento de resíduos sólidos é fundamental para garantir a integridade do meio ambiente e o bem-estar da população



A Prefeitura de Capão da Canoa, através da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano, iniciou, após o processo de licenciamento ambiental junto àFundação Estadual de Proteção Ambiental Henrique Luís Roessler (Fepam), as obras de ampliação do aterro municipal. O projeto irá possibilitar a utilização de 100% do potencial da área.

O aterro sanitário é o local para onde são destinados os resíduos sólidos gerados pelo comércio e pelos moradores da nossa cidade. Grande parte deste resíduo não é reciclável e deve ser decomposto da forma mais ambientalmente correta possível. Com o aumento da população de Capão da Canoa durante o veraneio, maior quantidade de lixo é gerada e, com isso, é necessário um espaço maior para depositar o material.

A obra de ampliação consiste em uma nova célula de deposição com a capacidade de receber cerca de 65 mil toneladas de resíduos. A área conta ainda com uma estação de tratamento de chorume e um sistema de monitoramento do lençol freático. Na avaliação da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano, o investimento na infraestrutura para recebimento de resíduos sólidos é fundamental para garantir a integridade do meio ambiente e o bem-estar da população.

Conforme o Prefeito de Capão da Canoa, Amauri Magnus Germano, trata-se de um investimento essencial para o desenvolvimento sustentável do município. “Ações na área ambiental são importantes para o agora, mas, principalmente, para o futuro, por isso estamos investindo com força nesse segmento, inclusive com diversas ações de educação ambiental”, diz.

 




Créditos: Bernardo Zamperetti


Acessibilidade


Para navegação via teclado,
utilize a combinação
ALT + TECLA DE ATALHO